Votamos nulo nesse segundo turno contra os inimigos das lutas sociais

17 out

O segundo turno em Curitiba é disputado por dois candidatos muito parecidos. Ney Leprevost e Rafael Greca representam o mesmo tipo de política e não há nenhuma diferença substancial entre suas propostas, seus apoiadores ou seu passado. Ambos os candidatos representam o bloco político que apoia Beto Richa e que apoiou o golpe parlamentar que destituiu Dilma Roussef. Greca vai na contra mão da Primavera Feminista que ocupou as ruas e derrubou o Cunha. Ney defende o projeto que ataca a liberdade de expressão e pensamento nas escolas.

Entendemos que o projeto político apresentado pelo PSOL e pela Frente de Esquerda no primeiro turno não está representado nesses candidatos, nem de modo parcial. A tecnocracia, o descaso com as pautas identitárias, as propostas higienistas e assistencialistas, o não enfrentamento das máfias da cidade e a sólida união com os setores religiosos fundamentalistas são igualmente contemplados pelos dois candidatos. A única certeza que temos é que nos próximos 4 anos serão necessárias muitas lutas sociais para fazer valer os direitos dos trabalhadores e da juventude da cidade.

Por conta de tudo isso indicamos o voto nulo neste segundo turno. Continuaremos na busca por fazer uma nova forma de política, sem negociata e alianças por interesses privados e particulares e escolhendo lado, o lado dos trabalhadores, da juventude e do combate às opressões.

Convidamos a todos e todas para seguirmos lutando pelos nossos direitos, pela derrubada da PEC 241, que congela salários e investimentos em políticas públicas por 20 anos, e contra as reformas que retiram direitos, como a Trabalhista, a Previdenciária e a do Ensino Médio propostas pelo Temer – essa última que fez com que mais de 450 escolas fossem ocupadas por secundaristas somente no Paraná.

No dia 30 de outubro, vote 50, vote nulo! Em todos os outros dias do ano, construa com o PSOL uma mudança de verdade na nossa sociedade!

Curitiba, 16 de outubro de 2016.

Diretório Municipal – Partido Socialismo e Liberdade (PSOL)

Anúncios

Uma resposta to “Votamos nulo nesse segundo turno contra os inimigos das lutas sociais”

Trackbacks/Pingbacks

  1. O PSOL de Curitiba recomenda o cômodo voto nulo nas eleições da Capital | Paçoca com Cebola - 19/10/2016

    […] “O segundo turno em Curitiba é disputado por dois candidatos muito parecidos. Ney Leprevost e Rafael Greca representam o mesmo tipo de política e não há nenhuma diferença substancial entre suas propostas, seus apoiadores ou seu passado. Ambos os candidatos representam o bloco político que apoia Beto Richa e que apoiou o golpe parlamentar que destituiu Dilma Roussef. Greca vai na contra mão da Primavera Feminista que ocupou as ruas e derrubou o Cunha. Ney defende o projeto que ataca a liberdade de expressão e pensamento nas escolas. (leia mais) […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s